Preconceito?

Você sofreu algum preconceito ou conhece alguem que sofreu, como é a aceitação?

Antes de vir, aprendi alemão até o sexto semestre no Brasil, mas quando cheguei em Berlim, em 2004, com bolsa do DAAD para meu internato, confesso que já entendia bastante alemão, mas não conseguia me comunicar direito, principalmente fazer esse pulo entre "linguagem dos pacientes" e "linguagem médica". Por isso fiz um intensivo até atingir o nível B2 (por 2 meses, todo dia, 3 horas por dia, fora 2 horas de exercícios), e então fiz um curso de alemão para médicos. Há vários institutos de línguas (Goethe, Inlingua, Hartnackschule, VHS...) que oferecem alemão para estrangeiros (Deutsch als Fremdsprache). Falar fluentemente acho que precisou uns 3 anos... para eu me sentir segura na fala e na escrita (mas já estava trabalhando!). 

 

Nunca sofri preconceito nem aqui, na Alemanha, nem na Austrália, onde também trabalhei inicialmente como médica. Temos uma grande vantagem: o Brasil é um país bem quisto na Alemanha, então você diz "Brasilien" e logo o povo solta "Caipirinha, Fußball, Karneval, 7x1" :) . Os colegas também ajudam nas nossas dúvidas de linguagem. Obviamente, se você for colega "quebra-mar", preguiçoso, desatencioso, chato, não será bem aceito em lugar nenhum do mundo... Então parte também de você: simpatia, coleguialidade, soberania, segurança. 

Blog

02/04/2018 17:05
Sobre os custos básicos de vida na Alemanha   Oi, gente querida! Espero...
01/08/2017 17:31
É sempre gratificante receber o retorno de pessoas que acompanham o Blog....
26/07/2017 12:31
    Aqui na Alemanha também podemos, como no Brasil, oferecer cursos...
17/01/2017 11:42
Let's talk about money:  Muitos me perguntam "quanto ganha um...
17/01/2017 11:40
  Estou compartilhando essas novas e importantes informações que recebi...
Itens: 1 - 5 de 19
1 | 2 | 3 | 4 >>

Contato

Médica brasileira na Alemanha medicabrasileiranaalemanha@gmail.com