Guilherme Santos

  

 Oi, pessoal! A pedido de alguns colegas vou contar minha experiência vindo pra Alemanha. Minha vida tem sido um furacão nos últimos tempos, não tive tempo para escrever nada. Sou médico residente aqui e me formei em janeiro de 2017 na UFPR, mas como vocês vão ver a história começa um pouco antes da formatura.

Sempre tive meus objetivos de vida bem fixos em mente e eu sabia que era ponto nevrálgico começar minha residência na Europa. Originalmente eu me preparei para ir para a Franca, mas então vi que só pode iniciar uma residência lá quem se formou na Europa. Conversando com meu pai e com um grande amigo alemão surgiu a idéia de fazer residência na Alemanha, pesquisei a respeito e me decidi, mas eu não tinha muito tempo. Faltava um ano para a formatura, era meu desejo explicito começar a residência no prazo mais curto possível e ainda por cima eu não sabia uma palavra sequer de alemão. Dentro de 6 meses eu entraria no 12. período e poderia fazer um eletivo na Alemanha, eu tinha esse tempo para aprender alemão. Seis meses e nada mais.

Comecei a estudar no dia 14 de novembro de 2015, sei a data até hoje porque foi no dia seguinte à minha prova do DELF, de proficiência em francês. Eu comprei uma gramática com exercícios da PONS com 100 capítulos e resolvi inteira sozinho em casa. Sim, é uma tarefa mental excruciante, era um tapa na cara todos os dias, mas eu sabia que aprender sozinho é o jeito mais rápido de chegar lá. Se eu quisesse mesmo cumprir os meus objetivos no tempo estabelecido, não poderia depender de professor. Em 3 meses resolvi as 70 primeiras lições do livro e eu já era capaz de ler o Der Spiegel, em seguida contratei uma professora particular para conversação. O momento com a professora nunca foi hora de aprender, mas sim de praticar tudo que eu tinha aprendido em casa estudando sozinho. Ao final de 6 meses eu atingi um alemão C2.

Chegou o 12. período e tudo já estava arranjado pra viagem, ficaria lá 11 semanas na Universidade de Saarland. Aí vem um ponto crucial de toda a história: antes de sair do Brasil eu conferi quais seriam os documentos necessários pra dar entrada na Approbation. Quando eu cheguei na Alemanha eu já sabia que Saarland aceitava como prova de alemão medico o TELC Medizin C1 e também sabia que era necessário ter o aceite de uma vaga no estado - esses foram meus dois objetivos durante o estágio. Passei na prova do TELC sem problemas, me candidatei para uma vaga na Uniklinik e passei. Consegui voltar ao Brasil de consciência tranquila, as próximas tarefas seriam passar na prova de revalidação e conseguir a carteira de motorista alemã. No retorno eu comprei os livros Last Minute Innere Medizin e Chirurgie e revisei toda a medicina por eles até a formatura.

Eu me formei em janeiro de 2017, em fevereiro preparei todos os documentos e em marco estava eu de novo na Alemanha dando entrada na Approbation. Minha Berufserlaubnis saiu final de maio, junto com minha carteira de motorista europeia (eu já tinha decorado todas as mil questões teóricas enquanto estava no Brasil, foi só chegar e fazer as provas). O convite pra prova de revalidação veio em junho; em julho, um dia depois do meu aniversário de 23, prestei a prova de equivalência. Novamente, eu já tinha estudado toda a medicina em alemão quando estava no Brasil, não tive nenhuma dificuldade. Além disso a banca de professores tinha expectativas extremamente baixas com relação a nós. Logo ao receber o resultado da prova os três Chefärzte da comissão me ofereceram cada um uma vaga pra ser residente deles, mas eu já tinha a minha na Uniklinik, onde estive até agora. Comecei minha residência já tendo passado na prova de revalidação, a Approbation chegou depois de dois meses por correio.

Duas coisas me fizeram chegar aonde cheguei tão rápido. A primeira foi aprender alemão em tempo recorde e a segunda foi ter preparado toda a documentação possível enquanto eu estava fazendo meu eletivo na Alemanha. No dia da minha formatura eu tinha em mãos Goethe + TELC + aceite da residência - depois de ter feito toda essa preparação, solicitar a Approbation e prestar a prova de equivalência foi o de menos.

O segredo para ter sucesso é planejar tudo com antecedência, não deixar nada pra depois. Arquitetando um bom cronograma de metas e trabalhando duro com muita dedicação vocês conseguem tudo nesse mundo. São as pessoas com muita força de vontade que movem esse planeta, e essa força está dentro de cada um. Eu sou da opinião de que todos são capazes de coisas fantásticas, lamento muito ver que eu acredito em algumas pessoas mais do que elas acreditam nelas próprias.

Na expectativa de que todos vocês tenham sucesso nas suas empreitadas pessoais e ficando à disposição de todos que desejarem ser felizes aqui, verbleibe ich

mit freundlichen Grüßen,

Guilherme Santos Piedade

 

 

PS: 

E é claro, um agradecimento especial à Lidia Poppe, que me orientou quando eu mais precisei e me fez acreditar que era tudo possível 

 

Blog

02/04/2018 17:05
Sobre os custos básicos de vida na Alemanha   Oi, gente querida! Espero...
01/08/2017 17:31
É sempre gratificante receber o retorno de pessoas que acompanham o Blog....
26/07/2017 12:31
    Aqui na Alemanha também podemos, como no Brasil, oferecer cursos...
17/01/2017 11:42
Let's talk about money:  Muitos me perguntam "quanto ganha um...
17/01/2017 11:40
  Estou compartilhando essas novas e importantes informações que recebi...
Itens: 1 - 5 de 19
1 | 2 | 3 | 4 >>

Contato

Médica brasileira na Alemanha medicabrasileiranaalemanha@gmail.com